Um jornal de boas notícias.

Resolvemos subverter a essência do jornalismo tradicional que aponta os erros da nossa sociedade, criando um periódico que trouxesse sempre boas notícias sem perder o senso crítico, essencial a qualquer veículo que se preze.

Clique aqui e conheça-nos

Edição 176 - Setembro/20

AQUI e
tudo sobre nossos patrocinadores:
Share

Fazendo Chover

Arte: sabato Visconti

 

Quando Alvinho gostava do que estudava seus olhos brilhavam. Ele corria feliz pra contar ao Pingo o que havia aprendido e também suas conclusões. “Havia um tempo, Pingo, em que não havia internet, computador, nem telefone. Usava-se sinais com espelhos, mensagens levadas por pombos- correios e ainda tinham uma comunicação que não temos mais, Pingo. Para se comunicar, os índios usavam sinais de fumaça e tambores. Quando não chovia por muito tempo os índios se comunicavam com as nuvens. Eles as convidavam para participar da música, dançavam, tocavam tambores esperando resposta dos céus. Tambor daqui, tambor de lá, trovões, raios e muita água. Não há computador que se comunique com a Natureza, Pingo, mas talvez, quem sabe, com tanto tempo sem chover ela esteja tentando se comunicar com a gente. Pingo levantou as orelhas, latiu alto três vezes e os dois escutaram o som de um trovão vindo de muito longe.Assustados ficaram ali parados, olhando um para o outro.

Share
Share