Um jornal de boas notícias.

Resolvemos subverter a essência do jornalismo tradicional que aponta os erros da nossa sociedade, criando um periódico que trouxesse sempre boas notícias sem perder o senso crítico, essencial a qualquer veículo que se preze.

Clique aqui e conheça-nos

Edição 177 - Outubro/20

AQUI e
tudo sobre nossos patrocinadores:
Share

Respeito, amizade e carinho.
A saudável relação da criança com seu pet

“É uma relação que ensina muito sobre amizade e responsabilidade.” A afirmação é de Juliana Cravol Manfrim, mãe da pequena Alice Pereira Manfrim, de 2 anos e já totalmente familiarizada com Malu, a cachorrinha da família. “Quando ela nasceu já tínhamos a Malu. E ela adora passear e dar snack para ela" conta Juliana.

Indiscutivelmente, a convivência com animais de estimação é muito saudável para as crianças, mas precisa ser saudável também para o animal, como explica o veterinário Guilherme Zaia, pai de Bernardo Franciscon Zaia, de 4 anos, que vive às voltas com bichinhos de estimação. “A criança tem a tendência de oferecer as coisas para os animais, comida, brinquedos. Tem que tomar cuidado, para que o animal não engula um brinquedo ou coma o que não deve”, explica Guilherme. 

Preocupado com a questão de maus tratos, Guilherme enfatiza essa questão. “Tem que mostrar para a criança que o animal precisa ser tratado com respeito. Os maiores erros que crianças e adultos cometem é mesmo com a alimentação. Ou se dá muita ração ou muita comida temperada, de humanos”, alerta o veterinário.

* Guilherme e Bernardo com os cães da família. E Bernardo, ainda bebezinho, com o cachorrinho Esqueleto, que foi adotado. O convívio com cães e gatos é natural para o menino, que também gosta de lagartos que passeiam pelo jardim *

_fotos: álbum de Bernardo

Ele também adverte para a escolha do animal de estimação. “Na hora de decidir ter um animal, pense no que ele vai precisar. Quanto maior o animal, mais gastos ele vai representar e pode pesar no seu orçamento. Então avalie bem para evitar o abandono, que é crime”, diz.

* Quando Alice nasceu, Malu, sua cachorrinha, já fazia parte da família. Ela gosta de brincar, passear e dar snacks para sua mascote, tudo da Special Dog, claro! *

_foto: álbum de Alice

Sobre o que seriam maus praticados por crianças, o veterinário lembra que “animal sente dor igual a gente, tem as mesmas necessidades e precisa de mais ajuda do que a gente, porque não pode falar quando não está bem”, explica. “É muito importante evitar maus tratos. Ensinar a criança a não bater e maltratar o animal, mas brincar com respeito”, ensina.  Em sua casa, ele tem dois cães, um deles foi adotado depois de sofrer maus tratos. “Os animais precisam de água e carinho para sobreviver, ensina Bernardo, que ensina também que é bom para o animal fazer “passeios distantes”.

* A pequenina Clara Paulin Quagliato está completando três meses e já se entende com o peralta Whisky *

_foto: álbum de Clara
Share
Share