Um jornal de boas notícias.

Resolvemos subverter a essência do jornalismo tradicional que aponta os erros da nossa sociedade, criando um periódico que trouxesse sempre boas notícias sem perder o senso crítico, essencial a qualquer veículo que se preze.

Clique aqui e conheça-nos

Edição 182 - Março/21

AQUI e
tudo sobre nossos patrocinadores:

VERDADE

O que está de acordo com os fatos ou a realidade; conformidade com o real; autenticidade, exatidão, veracidade; o que não se pode negar; procedimento franco e sincero ou boas intenções; boa-fé“

Já saturou tapar o sol com a peneira. O preço que pagamos por nos omitirmos está sendo alto. Altíssimo. Passamos um ano todo, um período que costumamos viver muitas coisas – trabalhos, realizações, casamentos, viagens, diversão, estudos e novidades –, presos em casa para não morrermos por causa de uma doença para a qual ainda não temos remédio, nem cura.

A vacinação para nos proteger da Covid-19 não nos traz nenhuma segurança de que algo semelhante ao que estamos ainda vivendo vai deixar de acontecer. Há indícios de muitas doenças que poderemos ter que enfrentar. E isso é resultado da omissão do ser humano. Da minha, da sua, de todos que sabem ler e escrever, que têm um CPF, um título de eleitor.

A verdade nua e crua está aí, diante de nossos olhos. Ou tomamos jeito. Ou admitimos que é preciso adotar práticas sustentáveis de viver toda e qualquer situação – profissional, pessoal, individual e coletiva – ou estaremos fadados a ter que ficar à mercê das reações da nossa ação depredadora sobre a natureza. Ou seja, comandados por aquilo que desconhecemos e com o qual não estamos capacitados a lidar.

Que história estamos deixando para a humanidade, se é que ela sobreviverá? A de um povo idiota? Que sabe quais providências devem ser tomadas para sua própria qualidade de vida, mas finge que não é com ele? Que sentido faz continuarmos a produzir comida com veneno se sabemos que é possível fazer isso com controle biológico e ecológico, gastando menos e lucrando mais?

Chavões do setor agro não se sustentam mais. O mundo não morreria de fome se não houvesse uso do agrotóxico. O mundo passa fome. Milhões de pessoas passam fome enquanto bilhões de toneladas de alimentos são desperdiçados.

Seremos apontados como o povo que não soube aproveitar o conhecimento, a ciência e nem mesmo toda a tecnologia que foi capaz de criar. Porque não entendemos que ela deve servir ao homem, não dominá-lo.

jornal360

Todo o dinheiro que se acumula, lícita ou ilicitamente, não salva a sua vida, não lhe garante o ir e vir. Você pode estar repleto de conforto, mas está ilhado, preso por conta de um ser infinitamente menor que você, capaz de fazer tudo o que você ostenta e desfruta não ter valor algum.

A liberdade é essencial para sermos felizes. Ou despertamos dessa apatia ou seremos conhecidos como estúpidos covardes. A verdade está aqui, na nossa cara. E também nesta edição.

A palavra parece dura. A verdade incomoda. E isso é uma sorte. É um valor. Porque o desconforto promove o ajuste, o movimento, a mudança. É preciso dar luz à realidade e promover um movimento que nos leve, enfim a praticar tudo aquilo que sabemos faz bem. E abandonar tudo o que nos faz mal.

Esta edição do 360 está repleta de atitudes que merecem ser observadas e de informações e pontos de vistas que merecem ser conhecidos e ponderados, livres de preconceito, esse entrave que promove a ignorância.

Aproveite nossas seções. Elas estão repletas de luz sobre a nossa realidade.

 

Boa leitura!

 

Flávia Rocha Manfrin

 | editora

c/w: 14 99846-0732 

360@jornal360.com

Ora
ação!

"E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo."
1 João 2 Vs2

Código
de ética

Artigo 8º
Sempre que considerar correto e necessário, o jornalista resguardará a origem e a identidade de suas fontes de informação.