Um jornal de boas notícias.

Resolvemos subverter a essência do jornalismo tradicional que aponta os erros da nossa sociedade, criando um periódico que trouxesse sempre boas notícias sem perder o senso crítico, essencial a qualquer veículo que se preze.

Clique aqui e conheça-nos

Edição 182 - Março/21

AQUI e
tudo sobre nossos patrocinadores:

O Mapa da Mina

Por uma vida financeira mais tranquila!

O Mapa da Mina para atingirmos o

TESOURO do BEM ESTAR FINANCEIRO

é um percurso com diversas paradas técnicas para: análise e reflexão e … AÇÃO!

Uma parada técnica importante é a sobre as nossas

Angela Nunes

COMO ANDAM AS SUAS RECEITAS?

Como gerar receita sempre requer um grande esforço de trabalho e, em função da pandemia, estamos passando um momento muito difícil (comércio fechado, redução de jornada de trabalho, demissões etc.), é mui-to importante analisarmos se podemos criar fontes de receitas mais diversificadas. Assim, se paramos de ter receitas de uma fonte, teremos alguma outra receita para nos ajudar.

Não existe fórmula mágica e que nada disso é  simples! Mas, é muito importante usarmos as nossas diversas capacidades, dons e criatividade para passarmos por momentos mais complicados!

 

Como são compostas as suas receitas?

1- Do salário que recebe da empresa para a qual trabalha?

2- Do seu trabalho individual, como autônomo? 

3- De algum benefício (aposentadoria, pensão) do INSS?

 

As receitas são suficientes para cobrir as despesas?

Se as receitas não são suficientes, precisamos:

Quanto falta para cobrir as despesas ou ter que ser reduzido do orçamento?

Fazer um esforço possível para reduzir as despesas.

Para reduzir as despesas devemos analisar não só os itens que podemos cortar, reduzir ou substituir, como também pensar em trocar produtos e serviços que precisamos por algum que podemos oferecer. Assim reduziremos esses itens nas despesas.

EXEMPLO: se eu sei costurar e meu filho está precisando de um reforço em matemática, posso combinar de trocar o meu trabalho como costureira por aulas de matemática. Cada um de nós tem um dom que pode ser “trocado” com dom do outro.

 

COMO GERAR RECEITA EXTRA

Seja buscando um trabalho que possamos fazer de forma complementar à nossa atividade atual ou desenvolvendo um negócio com alguma coisa que façamos bem que pode virar um produto ou serviço.

EXEMPLO: Posso consertar os computadores de amigos e vizinhos ou posso vendar alguma especialidade culinária ou dar aulas particulares ou vender ovos e verduras que produzo no meu sítio e aí vale a análise e a criatividade de cada um.

Uma coisa importante. que a experiência tem me mos-trado, é que muitas pessoas não fazem esse movimento de busca adicional de renda usando suas habilidades por um pouco de vergonha ou receio do que podem pensar dela? Peço licença para mandar um recado para quem se sente assim: Por favor, tente superar essa fase em nome do seu bem estar. Todos nós deveríamos estar fazendo isso.

Deixo aqui alguns exemplos de como devemos controlar nossas receitas, porque é muito importante falarmos de RECEITAS LÍQUIDAS depois de deduzidos todos os descontos e custos.vem podemos tentar melhorá-las e até mesmo pensar em alguma atividade que nos gere alguma renda extra.

 

EXEMPLO 1

Quem é funcionário de uma empresa, com contrato em CLT, deve verificar exatamente o que recebe,  checando todos os descontos que tem sobre o salário. 

EXEMPLO 2

Quem é autônomo tem que ter mais cuidado ainda, porque além da renda ser incerta, é necessário incluir o custo do negócio.

Vamos imaginar que você faça bolos em casa para vender. Será que o seu negócio está sendo lucrativo? Será que você cobra um preço justo e que dê lucro? Você precisa montar um controle para saber disso. Vou apresentar um modelo simples de controle.

Vamos seguindo o  MAPA DA MINA, lembrando que:

Somos uma grande comunidade e que o ideal é sempre interagirmos e cooperarmos uns com os outros, especialmente em momentos de crise e

Uma vida mais simples é mais fácil de carregar!

Maria Angela de Azevedo Nunes, CFP®, Planejadora Financeira Certificada pela Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros. Graduada em Ciências Econômicas pela UERJ, com Especialização em Psicologia Econômica. Consultora e Administradora de Valores Mobiliários autorizada pela CVM. É sócia da Moneyplan – Consultoria em Planejamento Financeiro e Educação Financeira. Membro do Conselho de Administração e do Comitê Executivo da Planejar – Associação Brasileira de Planejadores Financeiros.

Foi diretora do Banco Itamarati, da BCN Alliance Capital Management e do Banco BCN – Grupo Bradesco e docente do Curso de Planejamento Financeiro do INSPER – Instituto de Ensino e Pesquisa.